Scrum: O que é e como aplicar essa metodologia para gestão?

Quando se trata de gerenciamento de projetos, nem sempre é fácil obter bons resultados. Isso porque existem inúmeros fatores a serem considerados, como prazos, custos, comprometimento de tempo e uma variedade de outros desafios para qualquer profissional. Por isso, o Scrum tem sido cada vez mais utilizado entre as empresas.

Afinal, essa metodologia é uma excelente forma para completar projetos complicados dentro de uma organização. Com base nos conceitos de métodos super ágeis, ela visa reduzir o tempo de entrega dos produtos e, ao mesmo tempo, facilitar a adaptação às mudanças ao longo do processo de fabricação. Por isso, se você quiser saber mais sobre o que é o Scrum e como aplicá-lo na sua gestão, é só continuar lendo este artigo.

O que é a metodologia Scrum para gestão?

É um método que foi originalmente usado para organizar, planejar e gerenciar projetos de desenvolvimento de software. No entanto, agora é possível encontrar equipes que utilizam a estratégia em diversos tipos de projetos. Ao utilizar a metodologia Scrum, você e sua empresa darão suporte para todas as ações dos participantes, orientando o trabalho, as atividades diárias e a execução das tarefas de forma produtiva.

Assim, essas atividades podem ser divididas em sprints, ou etapas específicas que descrevem o conjunto de ações que devem ser concluídas. É um método de trabalho que é realizado usando ciclos menores de atividades dentro de um projeto. Portanto, podemos dizer que cada ciclo é planejado com antecedência, consistindo em um determinado período de tempo durante o qual as tarefas devem ser concluídas pela equipe.

 

imagem Blog

Scrum é uma metodologia que permite maximizar o trabalho em grupo e acompanhar a evolução do produto, sempre com foco na qualidade do produto e no cumprimento dos prazos.

Quais são os papéis usados pela metodologia Scrum na gestão?

Scrum, como qualquer outra metodologia, requer pessoas para ser colocado em prática. Eles podem ser definidos com base em seu papel na execução da tarefa. Confira a seguir quais são os papéis.

  1. Product Owner: é a pessoa que identifica os itens que compõem a lista de atividades para cada ciclo do projeto e o tempo em que devem ser concluídas até o final do ciclo. Também é responsável pelo gerenciamento das expectativas do cliente em relação ao projeto, assim, pode tomar decisões para que tudo corra bem.
  2. Scrum Master: é o gestor que atua como uma espécie de facilitador, orientando a equipe a entender, seguir e aplicar os princípios do Scrum. Dessa forma, o projeto pode ser desenvolvido de acordo com o planejado e que a comunicação entre as partes seja clara e objetiva.
  3. Time Scrum: é um grupo multidisciplinar de pessoas, cada uma com um papel pré-definido. A equipe é responsável por colocar o projeto em ação e realizar os testes necessários para garantir que ele atinja seu objetivo da melhor maneira possível.

imagem

Como aplicar a metodologia Scrum na empresa?

Para iniciar a metodologia Scrum na sua empresa, você só precisa de uma ferramenta, que pode ser um software, post-its ou qualquer outra coisa que o ajude a organizar suas tarefas, e um tempo para fazer acontecer. Siga estes passos básicos para tirar seu projeto do papel com Scrum.

1. Crie uma equipe

O primeiro passo na implementação do Scrum é montar uma equipe multidisciplinar para lidar com todas as etapas do desenvolvimento do produto. É aqui que devem ser delegadas as funções centrais do Scrum de Product Owner e Scrum Master, bem como dos demais profissionais que estarão participando do projeto.

2. Monte o Product Backlog

Após montar a equipe, é hora de começar a planejar o Product Backlog, determinar as funcionalidades do produto e, por fim, estabelecer uma ordem de prioridade na lista. É fundamental ressaltar que, quando surgem novos requisitos, o Product Backlog pode ser modificado ao longo do processo, e essas alterações devem ser feitas pelo Product Owner.

3. Faça um plano de sprint e comece

Depois disso, é fundamental planejar seus sprints de trabalho. Portanto, é preciso pensar: Quais atividades serão realizadas em cada ciclo e quem será responsável por elas? Qual será a duração, tendo em conta que devem aderir a um conjunto de orientações? Essas perguntas são essenciais para criar uma fluidez, foco e organização durante o trabalho.

4. Organização visual

Essa prática auxilia no rastreamento da jornada, permitindo que o status de cada tarefa seja verificado. Para isso, recomenda-se a utilização do Kanban, uma metodologia simples que divide as tarefas em três categorias: o que precisa ser feito, o que está sendo feito agora e o que já foi concluído.

5. Daily Meet

É preciso planejar o dia de trabalho da equipe. Assim, as reuniões diárias são uma ótima ferramenta para o grupo conseguir analisar quais os pontos precisam melhorar e aqueles em que tudo ocorreu da forma prevista. Além disso, os gestores podem agir de forma mais assertiva na busca por soluções.

Se você quiser ficar sabendo mais sobre como tornar o processo de gestão da sua empresa mais fluido e eficaz, é só continuar navegando no site da Devskin.

 

 

Entre em contato

Rua caldas Novas, 50
Conj 85 Cond Beta Trade
Barueri - SP
(19) 99500-0100 [email protected]