Outsourcing de TI: o que considerar antes de contratar um?

Se você quer entender melhor o que é o Outsourcing de TI e o que deve ser considerado antes de contratar esse serviço, é só ler este artigo.

Nos últimos anos, a terceirização de telecomunicações tornou-se cada vez mais importante dentro das grandes organizações, principalmente aquelas que são ou aspiram a ser líderes de mercado. Com as vantagens tecnológicas disponíveis, nunca foi tão fácil formar parcerias de valor — possibilitando a prestação de serviços em tempo real por profissionais externos. Nas circunstâncias certas e quando feito corretamente, a terceirização de TI pode ser uma maneira fantástica de melhorar a eficiência e fortalecer os resultados de uma empresa. No entanto, isso não implica que seja um procedimento que possa ser implementado de qualquer forma. Por isso, confira neste artigo mais detalhes sobre o que deve ser pensado antes de contratar um Outsourcing de Ti para sua empresa.

O que é o outsourcing de TI?

mãos dadas com título outsourcing de ti

O objetivo da terceirização de tecnologia é confiar o tratamento de uma área específica de trabalho a uma empresa externa. O termo "terceirização de TI" refere-se à prática de buscar recursos — ou subcontratar — fora da infraestrutura de TI de uma organização.

Uma empresa pode recorrer a terceiros para serviços que variam de infraestrutura a desenvolvimento de software, manutenção e suporte. Por exemplo, uma empresa pode terceirizar seu gerenciamento de TI porque é mais barato contratar um terceiro para fazer isso do que construir sua própria equipe interna de gerenciamento de TI.

Ou uma empresa pode terceirizar todas as suas necessidades de armazenamento de dados porque não deseja comprar e manter seus próprios dispositivos de armazenamento. A maioria das grandes organizações usa apenas uma parte de sua função de TI.

O que pensar antes de contratar um Outsourcing de TI?

Existem vários fatores a serem considerados antes de se envolver em terceirização de TI. Nesse sentido, é preciso saber se o objetivo é otimizar processos, ser disruptivo, reduzir custos ou criar estratégias de fidelização de clientes, por exemplo. Por isso, a decisão deve ser cuidadosamente ponderada, evitando e prevenindo quaisquer potenciais consequências negativas para o seu negócio. Veja mais a seguir!

1. Mapeamento de necessidades

Em primeiro lugar, você deve listar todos os requisitos e objetivos do seu negócio. O objetivo é reduzir custos? Tornar os processos mais modernos? Ou melhor, proporcionar novas experiências aos clientes para fidelizá-los?

Entender e reunir cada necessidade e objetivo é fundamental, pois cada área de TI exige soluções diferenciadas. Ter isso bem definido é necessário para assinar um contrato de serviço.

2. Compare custos

De forma geral, é possível dizer que o custo da terceirização de TI é reduzido. Dependendo das necessidades do seu negócio, você conhecerá quais os profissionais e as qualificações técnicas necessárias para o desenvolvimento do seu negócio.

Dessa forma, você deve fazer um orçamento para a formação de um departamento interno de TI. Para fazer isso, pegue cada um deles e seus salários e compare-os com quanto custaria contratar um trabalhador externo. Ao final, você terá a confirmação de qual opção é a mais vantajosa, permitindo avaliar qual opção é a mais sustentável para o seu negócio.

3. Expertise

teclado de computador com tecla outsourcing de ti

Agora que você já sabe quais profissionais são os melhores para o seu problema e quais conhecimentos eles devem possuir, veja se as empresas da sua lista atendem às suas expectativas e fornecem o que o seu negócio exige.

Descubra quais softwares eles usam, quais serviços eles oferecem e se eles têm treinamento e portfólio adequados. Por fim, esses recursos devem estar em sincronia com seus requisitos. Procurar ajuda externa também pode ajudar.

Nesse sentido, entrar em contato com clientes e, se possível, ex-clientes da empresa para obter a opinião de quem já estabelece alguma relação de serviço. Afinal, antes de consumir qualquer serviço ou produto, normalmente buscamos avaliações de outras pessoas sobre o resultado oferecido, certo?  Por esse motivo, a ação não deve ser diferente com os negócios com os quais você deseja colaborar.

4. Cibersegurança

Os dados e informações contidas em uma empresa não devem ser tratados com leviandade, especialmente quando seus proprietários têm direitos sobre eles e existem regulamentações para garantir que sejam protegidos. Para isso, temos no Brasil o LGPD, ou Lei Geral de Proteção de Dados.

Muitas pessoas podem estar se perguntando por que eles são tão importantes? Cada empresa terá informações que dizem respeito apenas a eles e seus funcionários, isso sem contar nas empresas que trabalham com dados de terceiros. Portanto, esses dados devem ser protegidos, e essas leis garantem isso. Como resultado, as empresas de outsourcing de TI devem fornecer segurança e privacidade de dados, evitando violações ou roubos de dados.

5. SLA

O SLA – Service Level Agreement – é o momento ​​em que sua empresa e o outsourcing de TI discutem os termos do contrato de terceirização, incluindo prazos, requisitos e quaisquer outras informações essenciais. Considere o SLA como um acordo de nível de serviço.

Por isso, antes de participar de qualquer reunião para assinar este acordo, você deve ter estabelecido suas prioridades. Você e o gerente de negócios da terceirizada vão conversar sobre como a próxima empresa irá atendê-lo e a melhor forma de realizá-lo.

Para ter acesso a mais informações sobre como otimizar os resultados da sua empresa por mecanismos tecnológicos, é só continuar navegando no site da Devskin.

 

Entre em contato

Rua caldas Novas, 50
Conj 85 Cond Beta Trade
Barueri - SP
(19) 99500-0100 [email protected]